Ideias de gamificação para seu evento (que cabem no seu bolso!)

Você está interessado em possibilidades de gamificação, mas não sabe bem como incorporar isso facilmente nos seus eventos? Você pode até achar que isso não cabe no seu orçamento, mas é preciso entender que a gamificação não se trata somente de aplicativos legais. Você pode adicionar elementos de gamificação ao seu evento independente do orçamento!

Gamificação se trata do uso da teoria dos jogos e de sugestões motivacionais em atividades, buscando incentivar ações específicas. A prática pode ser usada para atrair funcionários para programas de treinamento, novas tarefas ou até mesmo para criar um novo hobby. Muitos aplicativos de eventos fazem uso de técnicas de gamificação, mas, se você ainda não quer investir em uma plataforma completa, aqui estão algumas alternativas para incorporar essas técnicas e incentivar os participantes de forma barata.

Opções baratas de gamificação para o seu evento

Tabelas de classificação

Para encontrar uma alternativa de gamificação que caiba no seu orçamento, você só precisa olhar para uma sala de aula dos anos 80. Provavelmente, em algum lugar dessa sala, você vai encontrar uma tabela de classificação. Ela provavelmente terá o nome de todos os alunos à esquerda, seguidos por diversas estrelinhas coloridas. Todos poderiam ver quem estava se dando bem na atividade proposta.

Aqui vão algumas regras básicas da gamificação quando escolher usar tabelas de classificação:

Os resultados precisam ser públicos. Ninguém se sente motivado por uma tabela que não podem ver.

Os requisitos para subir de nível devem ser de conhecimento geral, não arbitrários. Usando o exemplo acima, uma criança pode ter ganhado uma estrela para cada livro lido. Mas, se o professor der estrelas aleatoriamente, quando e para quem quiser, as crianças não farão a atividade, pois não teriam ideia de qual ação afetaria seu avanço na tabela.

Os prêmios devem ser consistentes e as tabelas atualizadas regularmente. Cada conquista finalizada deve ter uma designação. No caso acima, isso significa uma estrela para cada livro. Novamente, se for aleatório, ninguém irá dar o seu melhor. O quadro também deve ser atualizado frequentemente.

Você pode criar uma tabela física, como no exemplo da sala de aula, ou fazer uma eletrônica que irá para uma plataforma online. Há também a opção de colocar essa tabela em um e-mail diário ou newsletter.

Outra alternativa simples é mencionar em suas redes sociais as pessoas que mais twittam ou compartilham sobre seu evento e dar um prêmio a eles. Se você fizer isso no fim do primeiro dia de evento, pode ter certeza que mais pessoas irão participar nos dias subsequentes.

Independente de como você decidir agir, tudo deve ser compartilhado publicamente e atualizado constantemente, visando impulsionar a ação e a competição.

Insígnias

Se os requisitos do ranking forem atendidos, é dada uma insígnia como forma de premiação. Essa insígnia representa a conquista de cada um.

Insígnias podem ser distribuídas fisicamente ou em plataformas online, como através de comunidade do evento. Se você já possui uma comunidade online, insígnias podem ser criadas em pouco tempo e distribuídas manualmente, caso o orçamento seja uma preocupação. Você também pode colocar níveis em insígnias que as pessoas usariam fisicamente.

Missões

Uma solução fácil de implementar. A fórmula é a seguinte: se o participante fizer X, ele ganha Y. Missões tendem a funcionar bem para empresas.

Elas podem ser tão fáceis quanto “essa ação traz essa recompensa”, ou mais complicadas, como uma caça ao tesouro. Você pode implementar missões usando descontos como forma de recompensa ou pedindo que os participantes façam alguma ação nas redes sociais em troca de reconhecimento ou outro benefício.

Alguns grupos utilizam missões com várias tarefas, que são facilmente indicadas através de checklists em um perfil. Por exemplo, no momento de registro você poderia apresentar checklists de próximos passos, como:

  1. Entre na comunidade online do evento
  2. Faça download do app do evento
  3. Faça cadastro para ter acesso a extras do evento

Uma vez que o participante cumprir esses três passos fáceis, ele recebe uma insígnia especial dourada ou alguma outra designação. Você então pode incentivar os participantes a tirarem uma foto das suas insígnias e compartilharem com alguma hashtag específica. Isso leva a outra forma simples de gamificação, que são os…

Programas de fidelidade

Você pode não ter percebido, mas muitos programas de fidelidade são exemplos simples de gamificação. Programas de fidelidade de hotéis e companhias aéreas, por exemplo, oferecem recompensas especiais para certas ações (como hospedagens e voos). Quanto mais você fizer essas ações, mais rápido seu nível aumentará e você ganhará recompensas ainda melhores. Como produtor de eventos, é provável que você já esteja muito familiarizado com esse tipo de programa.

Mesmo que você não ofereça diretamente um programa de fidelidade, você pode oferecer outra versão dessa prática para clientes fiéis. O objetivo de um programa de fidelidade não é quantas “hospedagens” o seu cliente fecha com você, mas as ações que você quer promover. Você poderia criar um programa de fidelidade através dos seus patrocinadores, por exemplo.

O objetivo desse tipo de ação é oferecer- seja ao seu público ou aos seus patrocinadores – mais por suas ações, para que  sejam proativos e busquem colher novos frutos.

Concluindo

As ideias aqui apresentadas podem ser implementadas com um orçamento relativamente pequeno. No entanto, se você tem um orçamento amplo, mas não quer gastá-lo com gamificação, você pode até cogitar deixar isso de lado. No entanto, ter um grande orçamento para tecnologias no seu evento e não usa-lo com alguma forma tecnológica de ações motivacionais seria uma oportunidade perdida. Existem ótimas opções por aí que, quando combinadas com realidade virtual ou aumentada, podem ser espetaculares.

Por que fazer seu evento no Expo D. Pedro?

Localizado em Campinas, o Expo D. Pedro atende, desde 2014, diversos formatos de eventos com qualidade e excelência em um espaço de 13.000 m² de área construída, divididos em um Centro de Convenções com auditórios modulares e salas de apoio que comportam palestras, congressos e convenções com capacidade para até 2000 pessoas em auditório; e o Centro de Exposições com 7000 m² de área totalmente horizontal, ideal para feiras, exposições, shows e festas sociais. Anexo a um dos maiores shoppings centers da América Latina, o Parque D. Pedro Shopping, o espaço reúne a comodidade de estar ao lado de uma praça de alimentação diversificada, inúmeras lojas, serviços, entretenimento e ainda conta com 8 mil vagas de estacionamento.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.